Nossas soluções

1Estudos de Viabilidade Técnica.

Todo projeto de Biodigestor Anaeróbica inicia-se por um Estudo de Viabilidade Técnica, que corresponde à:

• Levantamento e estudo da disponibilidade das Biomassas existentes.

• Coleta e análise Bioquímica das Biomassas existentes.

• Balanço das Biomassas existentes para geração de Biogás.

• Estimar a produção de Biogás e quantificar a produção de Metano.

• Estimar a produção de Metano, CO2, Energia Elétrica e Calorífica.

• Estimar o CAPEX da Planta.

2Análise bioquímicas das Biomassas:

Análise Bromatológica e de Potencial Metanogênico, (BMP - Biochemical Methane Potential).

Não existem muitas alternativas no Brasil, para as análises bioquímicas necessárias para um projeto de Biodigestor Anaeróbica, sendo assim desenvolvemos algumas parceiras que atendem nossas necessidades.

Colocamos a disposição de nossos clientes, este serviço de coleta e análise laboratorial.

3Projeto Técnico Básico

Após a etapa do estudo de viabilidade técnica, faz se necessário dimensionar e projetar a instalação básica de todas as facilidades da Planta, bem como dimensionar todos os equipamentos e automação para o Digestor Anaeróbico.

Este trabalho inclui plantas do Digestor Anaeróbico, do pré tanques de equalização e dos alimentadores da planta. Adicionalmente, as plantas, o desenho dos fluxos do processo e das demais facilidades.

As instalações dos “skids” de aplicação do Biogás ou Biometano, também são contempladas, como por exemplo, “skids” de desssulfurização (eliminação do H2S), containers ou casa de energia (CHP – Combined Heat and Power).

Esta é uma etapa inicial do Projeto Executivo de construção da Planta.

4Projeto Executivo da Planta

O Projeto Executivo da Usina é elaborado a partir dos resultados do Estudo de Viabilidade e do Projeto Técnico. Todas as orientações, desenhos técnicos, cronograma e custos necessários para a construção da Usina estão incluídos.

5Biodigestor CSTR – reator tipo tanque, com agitação e fluxo contínuo.

Este reator também é conhecido como Biodigestor Anaeróbico para Sólidos (tipo europeu).

A CH4Solution pode ser contratada para construir somente o Biodigestor Anaeróbico. Neste caso, não participamos dos cálculos de eficiência biológica da Planta, apenas executamos a construção do AD (Anaerobic Digestor) como especificado.

Adicionalmente, caso requisitado, avaliamos o projeto apresentado.

Digestor Anaeróbico de Sólidos, conhecido como Biodigestor modelo Europeu, é projetado para funcionar de 12-19% de matéria seca ou de sólidos, é feito em concreto, com isolamento térmico, com controle de temperatura para aquecimento, pode ter controle para resfriamento, agitadores e misturadores removíveis sem parar a operação, lona de cobertura de dupla membrana importada e automação com robotização completos.

A solução de automação e robotização, pode ser acessada remotamente através de qualquer dispositivo que suporte interface Web (PC, Tablet e Smartphone).

6Biodigestores Anaeróbicos de Líquidos (tipo Asiático ou Canadense).

A CH4Solution pode ser contratada para construir somente o Biodigestor Anaeróbico de Líquido em modelo Lagoa. Neste caso, não participamos dos cálculos de eficiência biológica da Planta, apenas executamos a construção do AD (Anaerobic Digestor) como especificado. Adicionalmente, caso requisitado, avaliamos o projeto apresentado. Digestor Anaeróbico de Líquidos, conhecido como Biodigestor modelo Canadense, é projetado para funcionar de 6-10% de matéria seca ou de sólidos, é feito escavado no solo revestido de geomembrana, sem isolamento térmico, pode ter controle de temperatura para aquecimento (o que encarece muito o projeto, pela ineficiência de instalação no solo), não pode ter controle para resfriamento, agitadores e misturadores removíveis, lona de cobertura de dupla ou simples membrana importada e automação completos.

A solução de automação, pode ser acessada remotamente através de qualquer dispositivo de suporte interface Web (PC, Tablet e Smartphone).

7Colunas Concentradoras de líquidos.

As biomassas líquidas, ou mesmo “águas residuárias”, que possuam entre 0,5-8,0% de matéria orgânica (a ser estudado, caso a caso), desde que tratadas, podem ser utilizadas como matéria orgânica para alimentação dos Biodigestores.

A CH4Solution possui soluções próprias para concentração destes líquidos para utilização em Biodigestores, ou mesmo para reutilização de “água residuária”. Estas soluções necessitam de “Vapor” para funcionamento.

O estudo de viabilidade destas Colunas de Concentradoras, depende de uma análise de quão volátil são os sólidos orgânicos disponíveis na água e de quanto “vapor” é necessário para concentrar esta mistura. Quando encontramos um cenário viável, é uma aplicação ótima para concentração de biomassas com alto teor de líquido, ou reutilização de Água de processos industriais.

8Tanques de Equalização, Tratamento e Decantação.

De acordo com a mistura de biomassas que alimentarão o Biodigestor, as vezes faz-se necessário:

• Equalizar;

• Tratar (pré tratamento, retirada de sulfetos);

• Homogeneizar;

• Remover sólidos indesejáveis (como por exemplo a areia);

• Concentrar por decantação.

Não existe uma solução única para todos os casos, a cada projeto de Biodigestor devemos estudar e projetar a solução ótima para a aplicação escolhida.

Em nossas mais de 201 Plantas construídas, temos uma série de soluções projetadas, instaladas e funcionando. Todas as alternativas devem ser testadas e provarem ser economicamente viáveis.

9Eliminação do Gás Sulfídrico do Biogás (eliminação de H2S e H2O).

Não importa qual a matéria orgânica utilizada, um dos componentes sempre presentes e indesejáveis do Biogás será o Gás Sulfídrico (H2S). Independentemente do pré tratamento da matéria orgânica ou do tratamento interno no Biodigestor, o H2S estará presente.

O Gás Sulfídrico (H2S) é altamente corrosivo e em questões de meses, irá corroer tubulações, motores, compressores e outros equipamentos no processo.

Nosso processo exclusivo e único, se dá através da lavagem do Biogás por água, em circuito fechado.

Os processos através de “Torres de Absorção” para a eliminação de H2S por água, são amplamente utilizados e consolidados na indústria química e petroquímica. O nosso processo exclusivo é uma evolução desta tecnologia.

A tecnologia exclusiva empregada nesta solução, reduz drasticamente o Investimento (Capex) e traz um custo de operação (Opex) muito competitivo.

Características:

• Sistema a frio sem utilização de energia térmica.

• Sem aditivos químicos.

• Sistema operacional simples e automatizado.

10Biorefinaria para Biometano.

Eliminação do H2S, CO2 e purificação do metano (CH4).

Não importa qual a matéria orgânica utilizada, um dos componentes sempre presentes e indesejáveis do Biogás será o Gás Sulfídrico (H2S). Independentemente do pré tratamento da matéria orgânica ou do tratamento interno no Biodigestor, o H2S estará presente.

O Gás Sulfídrico (H2S) é altamente corrosivo e em questões de meses, irá corroer tubulações, motores, compressores e outros equipamentos no processo.

Após eliminação do H2S e do CO2 e compressão adequada, o CH4 resultante do nosso processo, está pronto para ser utilizado, não sendo necessário nenhum outro processo.

No Brasil a qualidade do biometano é regulamentada por meio da Resolução ANP n° 8/2015 e da Resolução ANP nº 685/2017. A primeira resolução, trata da especificação do biometano oriundo de produtos e resíduos orgânicos agrossilvopastoris e comerciais; a segunda resolução, trata da especificação do biometano oriundo de aterros sanitários e estações de tratamento de esgoto.

Nossos processos são feitos através de:

Coluna de Absorção;

Colunas de Lavagem;

Tanque de Equalização;

Purificação do Biometano.

A tecnologia exclusiva empregada nesta solução, reduz drasticamente o Investimento (Capex) e traz um custo de operação (Opex) muito competitivo.

Características do Processo:

• Sistema a frio sem utilização de energia térmica;

• Aditivos químicos disponíveis no mercado e não especiais;

• Geração de resíduos não poluentes gasosos;

• Biometano com 97% de pureza, desde que o Nitrogênio (N2) contido no Biogás não ultrapasse 1%.

• Nas condições anteriores o teor de H2O no Biometano, será no máximo 2%.

• Sistema operacional simples e automatizado.

11Biorefinaria para o Biometano e o BioCO2.

Não importa qual a matéria orgânica utilizada, um dos componentes sempre presentes e indesejáveis do Biogás será o Gás Sulfídrico (H2S). Independentemente do pré tratamento da matéria orgânica ou do tratamento interno no Biodigestor, o H2S estará presente.

O Gás Sulfídrico (H2S) é altamente corrosivo e em questões de meses, irá corroer tubulações, motores, compressores e outros equipamentos no processo.

Após eliminação do H2S e processo adequado, o CH4 e CO2 resultante do nosso processo, está pronto para ser utilizado, não sendo necessário nenhum outro processo.

No Brasil a qualidade do biometano é regulamentada por meio da Resolução ANP n° 8/2015 e da Resolução ANP nº 685/2017. A primeira resolução, trata da especificação do biometano oriundo de produtos e resíduos orgânicos agrossilvopastoris e comerciais; a segunda resolução, trata da especificação do biometano oriundo de aterros sanitários e estações de tratamento de esgoto.

O dióxido de carbono (CO2) é um gás liquefeito, incolor, inodoro, não inflamável e levemente ácido. O CO2 é mais pesado que o ar e é solúvel em água. O CO2 resultante do nosso processo pode ser liquefeito e assim vendido para clientes no mundo todo. Ele também pode ser fornecido sob pressão em cilindros de aço ou refrigerado em recipientes isolados termicamente.

O dióxido de carbono também é amplamente utilizado em uma grande variedade de indústrias, tais como:

• alimentos,

• moagem,

• soldagem,

• “catering”,

• misturas metabólicas,

• e plásticos expandido.

Os processos através de “Torre de absorção” para a eliminação do H2S por água e separação do CH4 e CO2, são amplamente utilizados e consolidados na indústria química e petroquímica.

Nossos processos são feitos através de:

• Coluna de Absorção;

• Colunas de Lavagem;

• Tanque de Equalização;

• Tanque de Tratamento;

• Tanque de decantação;

• Filtros;

• Purificação do Biometano;

• Purificação do CO2.

A tecnologia exclusiva empregada nesta solução, reduz drasticamente o Investimento (Capex) e traz um custo de operação (Opex) muito competitivo.

Características:

• Sistema a frio sem utilização de energia térmica;

• Aditivos químicos disponíveis no mercado e não especiais;

• Geração de resíduos não poluentes gasosos;

• Biometano com 97% de pureza, desde que o Nitrogênio (N2) contido no Biogás não ultrapasse 1%.

• Nas condições anteriores o teor de H2O no Biometano, será no máximo 2%.

• Sistema operacional simples e automatizado.

12Soluções “chave na mão” - turn-key.

De acordo com a necessidade de nossos clientes, podemos oferecer soluções tipo “Chave na Mão” com garantia de desempenho e entrega completa da Planta.

13Soluções customizadas de Aplicações de Energia.

De acordo com a necessidades de nossos clientes, podemos oferecer soluções tipo “Chave na Mão” com garantia de desempenho e entrega da Planta com aplicações específicas.

A CH4Solution oferece as seguintes soluções para “Aplicações de Energia” envolvendo biogás e biometano, como se seguem:

• Substituição de GLP;

• Substituição parcial de frota a Diesel (solução híbrida);

• Substituição de frota a GNV (Gás Veicular Nacional);

• Geração de Vapor Saturado com caldeiras a gás natural;

• Geração combinada de Energia Elétrica e Térmica (Vapor Saturado e Água aquecida 90ºC).

• Produção de CO2 para aplicações industriais e alimentícias.